26 de março de 2010

Jogo de Xadrez.



Ali estava eu, no meio de quinze familiares frágeis criaturas.
Todas elas me protegiam. Me protegiam de ti…
Tu que estavas no lado oposto do longo tabuleiro de pedra esculpido. Lutavas sozinha, apenas tu, contra toda a minha extensa mas impotente armada.
Tu não tinhas medo delas, mesmo sendo todas elas feias e assustadoras. Todas elas eram horrendas e aparentemente fortes, todas munidas de longas armas mortíferas que de nada lhes serviam.
Tu, impiedosamente, avançavas e eu recuava já desesperado.
Dás longas e cortantes passadas sobre o amedrontado chão em xadrez preto e branco. Dançavas em movimentos sincronizados e de divina perfeição, mas ias matando, destroçando, despedaçando ao mesmo tempo. Ias destruindo as minhas defesas que caiam em decisivos estrondos agoniantes.
Tudo se destruía e tu cruelmente continuavas…
Continuavas em direcção ao aterrorizado rei, que infelizmente, era eu.
Paras à minha frente e olhas para trás para veres uma vez mais todas as minhas inúteis defesas destruídas.
Fazes checkmate, olhas para mim, e eu, como tudo o resto, tombo diante de ti.
Tu e apenas tu, com um simples olhar, dilaceras-me qualquer defesa…

18 comentários:

  1. PORRA! Eu AMEI este texto!
    Forte, muito forte. Bom, mais que muito bom! :O

    ResponderEliminar
  2. Não percebi patavina mas deves ter razão!

    ResponderEliminar
  3. Adorei
    "tu e apenas tu com um simples olhar dilaceras-me qualquer defesa" *.*

    ResponderEliminar
  4. Omg, está mesmo lindo este post. Adoro mesmo a maneira como escreves! :)

    ResponderEliminar
  5. este post está a coisa mais linda :o

    ResponderEliminar
  6. de nada. juro que vidrei no texto *-*

    ResponderEliminar
  7. Bem eu fiquei completamente "colada".
    Já li o texto três vezes e está lindo :D

    ResponderEliminar
  8. Uau!!! Muito bom o seu texto, você escreve muuuuito bem. Parabéns!!

    E muito obrigada pelo incentivo :)

    Ah... você me parece ser de Portugal... acertei?


    Prii.

    ResponderEliminar
  9. ok se jogares tão bem quanto escreves era derrota certa !

    ResponderEliminar
  10. ESTÁ LINDOOOO Ricardo :)

    como já te disse, acho que tens melhorado imenso a maneira como escreves! Cada vez que escreves um novo texto fica ainda melhor que o anterior!

    Continua meu querido !

    ResponderEliminar
  11. Exatamente, sou brasileira.

    :)
    meu pai já morou em Portugal por uns tempos, conhece Albufeira?

    ResponderEliminar
  12. muito obrigada :$

    este texto está fantástico *.* a maneira como descreves os pormenores e a forma como pegas num jogo de xadrez está absolutamente fascinante, parabéns

    ResponderEliminar