15 de outubro de 2010

Lisboa: O Começo.

Uma leitora do blog desafiou-me a continuar a história do post "Um dia de Lisboa" e aqui está a continuação :D
Espero que gostem.
Ps: Estes textos contem diálogos em Inglês, desculpem =X Tenho que manter a "credibilidade" da história xD
Lisboa: O Começo.



Ele, ainda com os lábios encostados aos dela, esboça um sincero sorriso que lhe transfigura a face. Suspira e volta a beijá-la.
Ele envolve-a com os seus braços e aperta-a contra o seu musculado peito. Ficam, assim, abraçados durante longos preciosos minutos.
Ela, de olhar desafiador, recua e desprende-se dos fortes braços do rapaz lisboeta que acabara de lançar um trejeito de confusão.
Ele abre a boca para lhe perguntar o que acontecera, mas antes da voz se soltar os carnudos lábios foram selados pelo esguio dedo indicador da francesa.
-Shhh- Ordenou ela num sussuro. – My name is Brigitte.- e esboça também ela um sorriso. Um simples, mas sentido sorriso.
Ele, ainda atarantado, responde a gaguejar:
-Oh! What a wonderful name! – Sorri. – My name is Afonso.
Ela, de ar perturbado, vira-lhe costas. Ele, preocupado, desloca-se agilmente para a sua frente. Agarra, delicadamente, no queixo de Brigitte e, de olhos presos nos dela, pergunta:
-What? I missed something?
Ela, ainda perturbada, responde-lhe:
-Afonso! – Com um carregado sotaque francês. – Oh! I can’t say your name! But I love it.
Ele, aliviado, dá sonoras gargalhadas e responde-lhe:
-It doesn’t matter Bri!
-Bri? - Pergunta ela curiosa.
-Yes! Now you are Bri to me! – Sorri.
Abraça-a e beija a sua testa. Desce os seus perturbantes carnudos lábios até aos ouvidos de Brigitte e sussurra-lhe:
-Let me introduce you Lisbon! My city.
Agarra-lhe pelos pulsos e puxa-a na sua direcção. Com uma engenhosa manobra, toma as suas costas, envolve os braços em Brigitte e, assim, guia-a pela Rua Augusta em direcção ao arco do triunfo, a porta de Lisboa.

14 comentários:

  1. Elaa. Temos história.

    Já me estou a prender pelo enredo :)

    ResponderEliminar
  2. kkkkkkkkkkk
    Bom, as o que a Argentina tem contra a Espanha e o que o Brasil tem contra Portugal é uma questão histórica.
    Por exemplo: "vocês" nos deixaram uma dívida enooorme. E por mais que já tenhamos pago, foi terrível tudo o que aconteceu por aqui xD

    HAUSHUDSAHSDUA
    Bom, a rivalidade do Brasil com a Argentina tem vários motivos, mas o PRINCIPAL é futebol.
    É uma rivalidade meio fútil.
    Tem gente que até mesmo morre por isso. Acho uma enorme besteira.

    ResponderEliminar
  3. Concordo.. no youtube existem alguns vídeos de entrevistas de rua a americanos. Há lá gente que nem sabe quantos lados tem um triângulo, nem qual era a língua que se falava em Inglaterra... -.-

    ResponderEliminar
  4. exactamente.. nós é que mandamos ahahah
    oh, adorei a continuação!

    ResponderEliminar
  5. Completamente de acordo com isso da geração dos 50, eles são os principais culpados. Não passam os principios correctos aos filhos, e daí resultam os homofóbicos que temos na sociedade. Felizmente existem pessoas que são capazes de pensar por si. Um dia vamos viver numa sociedade de igualdade, acredito nisso.

    ResponderEliminar
  6. Ah, mortes acontecem em partidas de futebol.
    Mas elas são BEM raras.
    Falo porque já chegou a acontecer há anos.

    Hm, ok. Foi há muuuitos anos u-u
    mas vocês fizeram uma sacanagem enorme com o Brasil
    HSUAHUSAUSDAHUSDAHU

    ResponderEliminar
  7. Tenho a dizer-te que fizeste algo de fantástico. Sabes que para mim a história morreria ali. Eu disse-te porquê. Mas deste-lhe uma vida que jamais achei possivel ter :)
    E apesar de, ser mais do que surreal, tem algo de encantador.


    E o teu comentário no fb foi feio. Não merecias este comentário unf!

    ResponderEliminar
  8. Também gosto imenso de encurtar o nome das pessoas. Transforma-los do meu jeito! Mas se fosse pelas primeiras letras... O meu nome ficava bastante 'sugestivo' não achas? x)
    Ahaha. Gostei. Vou ler mais *

    ResponderEliminar